Problemas de conexão com banco de dados Oracle no Linux

Boa noite pessoal, tudo bem?

Pode ser que você esteja buscando essa solução há algumas horas, dias ou até semanas. Pois é, eu me bati muito com esse tipo de problema.

Basicamente o que aconteceu foi o seguinte:

De uma hora para a outra as conexões com o banco de dados Oracle em um servidor Linux (em produção) pararam de funcionar do nada.

Eu fiquei muito bravo, pois não conseguia entender onde estava o problema, checava tudo quanto é tipo de operação que a aplicação fazia, e estava tudo certo. Testes rodando local perfeito, aí descartei a hipótese de ser falha na aplicação.

Comecei a revirar a web atrás da solução desse problema, e é até um problema muito difícil de se procurar algo no “stackoverflow”. Não fazia nem idéia de qual termo poderia colocar para descrever esse problema.

Uma hora, quando eu estava bem cabreiro já com a situação, eu lembrei que o pessoal da Infra havia trocado o “Hostname” recentemente da máquina, e comecei a notar um comportamento estranho quando eu digitava “sudo -s” para pegar permissões de root na máquina, retornava uma mensagem: “sudo:unable to resolve host linux-server“.

Aí me veio na idéia de adicionar o hostname novamente no /etc/hosts, basicamente editei o arquivo e adicionei uma linha assim:

127.0.0.1                                   linux-server.local                            linux-server

Depois tentei rodar novamente o comando “sudo” e funcionou sem dar nenhum tipo de erro no terminal. Depois disso, já tentei reiniciar o apache, e advinhem?

As coisas voltaram a funcionar e todos os problemas do mundo foram resolvidos num passe de mágica.

Espero que você consiga resolver rapidamente seu problema com essa ajuda aí!

Um forte abraço!

MAC OS X El Capitan – Finder.app bug

Recentemente após atualizar meu sistema para o El Capitan, me deparei com esse problema, que não me impede de utilizar o sistema, mas achei muito engraçado e não deixei de registrar, gostaria de compartilhar com todos e inclusive com os developers da Apple, se puderem verificar esse problema aí, muito estranho. Só para constar, eu já utilizei o sistema em Português do Brasil e acabei mudando recentemente para Inglês, então por algum motivo o sistema ficou mudando a máscara com o nome das pastas de forma aleatória.

Assista o vídeo e veja que engraçado.

 

 

Yandex Instant just type and scroll down

You know Yandex? Yandex is a Russian IT company which operates the largest search engine in Russia (with 64% market share, ranked eighth-largest in the world) and develops a number of Internet-based services and products. The company’s mission is to give answers to users’ questions (Font: Wikipedia).

Feross Aboukhadijeh developed YouTube Instant, based on the Google Instant, well it’s a good thing. I think, if he can I can too. And a few days ago, I worked on a first version of Yandex Instant, developing the first version in 30 minutes.

Yandex Instant idea is: Just type and scroll down to feeling good with your results quickly.

Many people liked so much the application, and now I implemented Cache Engine, Yandex Suggestions and Website Share Options when hover the results.

I promise that i will bring good news in a few days.

The URL is: http://yandexinstant.com/ – Share with your friends and follow our twitter on @yandexinstant

Thank you!

Pra que baixar músicas? Existe o grooveshark!

O Grooveshark é um motor de busca de música online, permitindo os usuários pesquisar, fazer upload de música gratuita, fazer streaming e recomendação das músicas. (fonte: wikipedia)

Antes de utilizar o grooveshark sempre utilizei o Seeqpod, mas por motivos que eu não sei, Seeqpod parou de funcionar (como o Internet Explorer (gargalhadas)). Foi aí então que eu comecei a pesquisar e encontrei essa ótima solução para quem não quer armazenar as músicas em seu computador (que também tem como hackear; por sinal, é bem idiota o procedimento para fazer download das músicas).

Eu recomendo esse serviço a todos!

http://www.grooveshark.com/

Eu participei do FISL11!

Foi uma experiência bem diferente, nunca havia participado de um evento de software livre com essa magnitude. Tudo muito bem organizado e ótimas palestras ministradas. Posso citar as palestras que mais gostei: Google and Opensource, Desenvolvimento de aplicações com Gobject, Python + Appengine, GlassFish OSGi – from modular runtime to hybrid applications, Building applications with QT by Nokia, Geometria computacional, Libvirt, a biblioteca de virtualização e Construindo robôs com software e hardware.

Conheci John Maddog Hall, diretor executivo da Linux International. Link do twitpic.com com nossa foto!

Algo que posso destacar também foi a minha conversão ao Python, estou estudando um pouco mais e também sobre o framework MTV py-django.

Logo penso em criar alguma aplicação simples no AppEngine da Google, se algum de vocês possuirem alguma idéia interessante, por favor, let me know a little bit more.

Abraços!